Santos

Carnaval 2024: Santos tem novos Cidadão e Cidadã Samba


A corte carnavalesca 2024 já tem seus primeiros integrantes. Na madrugada deste sábado (11), foram anunciados os vencedores do Concurso Cidadão e Cidadã Samba, uma das etapas mais aguardadas do calendário pré-Carnaval santista. Após uma intensa disputa, foram aclamados os vencedores Marcos de Brito Silva e Tereza Cristina Pereira Félix.  

Organizado pelo Conselho do Samba de Santos, em parceria com a Secretaria de Cultura (Secult) e a Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (LICESS), o evento realizado no Teatro Municipal Braz Cubas reuniu a comunidade do samba da Cidade e também abriu espaço para homenagens.

“A cada ano que passa o Carnaval fica mais bonito e importante, principalmente por conta da importância na economia da Cidade. Centenas de famílias geram suas rendas através do Carnaval”, afirmou a vice-prefeita de Santos, Renata Bravo, logo após receber uma homenagem do Conselho do Samba de Santos.

Em um momento solene, foi respeitado um tributo em memória dos sambistas Idelfonso dos Santos Filho (General do Samba), Lídia Aparecida de Oliveira, a Majestosa (Embaixadora do Samba), Serginho de Paula (Embaixador do Samba), Sérgio Marcos Azevedo, o Sergião da Padre Paulo (Cabo do Samba) e João dos Santos Filho, o Miúdo (Cabo do Samba).

DISPUTA

Cinco candidatos disputaram a patente de Cidadão Samba 2024: Francisco Carlos Ignácio (Baliza), Heldir Lopes Penha (Aldinho / União Imperial), Jodenir Nunes da Cruz (Mocidade Amazonense), José Carlos Rodrigues (Bibi / Brasil) e Marcos de Brito Silva (Brito, O Notável).

Já a patente de Cidadã Samba teve a participação de duas concorrentes: Jalita Davi de Souza (Mocidade Amazonense) e Tereza Cristina Pereira Félix (X-9). O regulamento deste ano não previu como obrigatoriedade o vínculo atual dos participantes com agremiação específica, com o objetivo de privilegiar a trajetória dos sambistas, independente de suas atuais funções ou cargos no Carnaval.

Cada participante foi avaliado por um júri formado por Embaixadores do Samba nas seguintes etapas: leitura de currículo, expressividade, apresentação com pavilhão, apresentação de canto (samba ou samba-enredo de própria escolha), apresentação com instrumentos de bateria (três, a escolha do candidato) e apresentação de samba no pé (partido alto e samba “rasgado”), ao som da Bateria Ritmo Perfeito, do GRCAS Unidos Da Zona Noroeste, conduzida pelo Mestre Edison Chavier (Mestre Muchacho).

Esta iniciativa contempla o item 4 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: Educação de Qualidade.  Conheça os outros artigos dos ODS



Informações da Prefeitura de Santos

Deixe uma resposta