Santos

Copa Estrela do Mar em Santos incentiva o polo aquático


Atletas de quatro regiões do Brasil (Nordeste, Centro Oeste, Sul e Sudeste) participam neste fim de semana em Santos da terceira edição da Copa Estrela do Mar de Polo Aquático, na Ponta da Praia.

O evento é organizado pela Associação de Desportos Aquáticos da Baixada Santista (ADABS) e tem apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes, através do Programa Municipal de Incentivo Fiscal de Apoio ao Esporte (Promifae).

De caráter amistoso, a competição teve provas iniciadas na manhã deste sábado (18) e seguem no domingo (19), a partir das 10h, em frente ao Clube Internacional de Regatas.

A proposta e tornar mais conhecida e praticada a modalidade, como explica Fábio Hungaretti, um dos organizadores do evento. “Historicamente, o polo aquático sempre foi um esporte um pouco mais elitizado, realizado em piscinas dentro de clubes. Santos tem grandes equipes da modalidade há mais de 40 anos, mas tem muita gente que ainda não a conhece. A ideia é difundir a atividade cada vez mais na Cidade, e isso só tem sido possível através dos recursos do Promifae por meio da Secretaria de Esportes”.

Na competição, as quatro equipes representando as regiões do País se enfrentam em turno único na primeira fase. Após a classificação final do grupo, o primeiro colocado joga contra o quarto, enquanto o segundo e o terceiro colocados se encontram nas semifinais.

Além da disputa entre os times, haverá apresentação da equipe de alunos da escola de polo aquático gratuita do Centro Esportivo e Recreativo Rebouças, desenvolvida em parceria entre o Clube Internacional de Regatas e a Prefeitura, e que tem mais de 100 alunos, uma das frentes de incentivo ao esporte na Cidade.

O encontro em Santos reúne novos e experientes talentos, como Leonardo Vergara Real, o Léo Paraíba. “Comecei a jogar há quase 50 anos lá na Paraíba e não parei mais. O Brasil tem um dos maiores lençóis freáticos do mundo e o polo aquático é um esporte praticado na água, então tem que ser incentivado cada vez mais, não só nas piscinas, mas também nos mares e nos rios, como ocorre em países da Europa como Montenegro, Croácia, Itália e outros. Santos é uma cidade maravilhosa, uma das dez melhores para se viver do País, que tem tudo para respirar polo aquático e a modalidade começar a correr na veia do santista”, diz.

Além de Leo Paraíba, que já atuou na seleção brasileira, a competição reúne outras importantes referências, como destaca o também organizador do evento, Adriano Silva. “Temos grandes equipes como a do Sesi Santo André/ Águas Abertas, que possui atletas que jogam no Pinheiros, no Paineiras. Este evento faz parte de uma série de ações da ADABS que visam ao fomento da modalidade”.

EXPERIÊNCIA

O guarujaense César Roberto Ventriglia da Silva, 18 anos, que joga no Clube Paulistano conta como o polo aquático mudou a sua vida. “Faz dois anos que conheci o esporte através de um projeto do Clube Internacional de Regatas nas escolas. Desde lá minha vida mudou bastante; hoje vivo do polo aquático, moro em São Paulo, jogo em um clube grande e tenho mais bases para perseguir meu sonho que é participar de uma olimpíada defendendo a seleção brasileira”, almeja.

Para o secretário municipal de Esportes, Gelásio Ayres Fernandes Júnior, “Santos é uma Cidade que tem tradição no polo aquático e a nossa missão tem sido investir em ações para disseminar a modalidade, apresentar o polo para as novas gerações e iniciar novos atletas no esporte, tanto através da nossa escolinha do Rebouças como trazendo mais eventos como esse para a Cidade”.

A 3ª Copa Estrela do Mar é realizada pela ADABS e patrocinada pela Santos Brasil, por intermédio do Promifae, além do apoio do Clube Internacional de Regatas, Atlântico Hotel e Colégio Jean Piaget.

Esta iniciativa contempla o item 3 dos Objetivos de  Desenvolvimento Sustentável da ONU: Saúde de Qualidade. Conheça os outros artigos dos ODS.



Informações da Prefeitura de Santos

Deixe uma resposta