Santos

Festa Mística leva música, animação e cultura cigana para morro de Santos

[ad_1]

Em vez de samba, a quadra da atual campeã do carnaval santista Unidos dos Morros, na Nova Cintra, serviu de palco para a música e a alegria da Festa Mística Cigana realizada neste sábado (25).

O evento é organizado pela comunidade cigana e conta com o apoio da Coordenadoria de Promoção de Igualdade Racial e Étnica (Copire), da Secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos (SeMulher), e da Prefeitura Regional dos Morros, da Secretaria das Prefeituras Regionais (Sepref).

Ao longo do dia, os participantes acompanharam diversas apresentações de dança, música e exposição de artesanato.

Aos 91 anos, Esmeralda Lemes é uma das entusiastas dos festejos. “Esta festa representa a união. Os ciganos são meio dispersos. A gente não tinha que ter separação de raças. Somos todos um só. Mas com música, dança, alegria e festas, fica mais fácil todo mundo se unir, abraçar o outro e se respeitar”.

Segundo a presidente da comunidade e representante do coletivo de mulheres ciganas, Imar Lopes Garcia, o evento também é uma forma de homenagear Santa Sara Kali, considerada a protetora do povo cigano, de manter a tradição e apresentar a cultura de seu povo ao público, levando informação e conhecimento como forma de quebrar preconceitos.

“Estamos lutando em Brasília pelo Estatuto dos Ciganos, e a feira serve para lembrarmos de nossas batalhas contra o preconceito e a discriminação. Mas quando a pessoa tem conhecimento, ela sente que todos são iguais. Sempre falo que as pessoas não precisam nos amar, mas nos respeitar”, ressalta Imar.

A vice-prefeita e secretária da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos, Renata Bravo, também destacou a relevância da Feira Mística como mecanismo para reforçar a importância do respeito.

“É inadmissível as pessoas desrespeitarem o outro em função de ser cigano, em razão da raça, do credo ou qualquer outra forma. As pessoas têm a liberdade de ser o que são, de fazerem suas escolhas e precisam ser respeitadas. E esse é um momento de união deles e, com isso, conseguem mostrar para a sociedade a cultura e os valores do povo cigano e o que podem nos ensinar”.

Esta iniciativa contempla o item 10 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: Redução das Desigualdades. Conheça os outros artigos dos ODS.

[ad_2]

Informações da Prefeitura de Santos

Deixe uma resposta