Geral

Governo autoriza duplicação de trecho da BR-423 em Pernambuco


O governo federal autorizou, nesta quarta-feira (8), a duplicação de trecho de 43,1 quilômetros da BR-423 em Pernambuco, entre os municípios de São Caetano e Lajedo. A ordem de serviço foi assinada pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), Fabrício Galvão, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em seu discurso, Lula afirmou que, independentemente de alinhamento político com governantes locais, o governo federal atende igualmente todos os estados do país, desde que as ações sejam justificadas com bons projetos. A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, é filiada ao PSDB. Nas eleições de 2022, ela derrotou a candidata Marília Arraes (Solidariedade), apoiada por Lula no segundo turno do pleito estadual.

“O que tenho dito às pessoas é que não me venham aqui apenas fazer discurso de que precisa de recursos. O que tenho dito, o que faz o dinheiro acontecer é a clareza do projeto, a importância do projeto e a seriedade de viabilidade econômica e social de uma obra. E há muito tempo essa obra é cobrada de mim”, disse.

O empreendimento está incluído no Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e as obras devem impulsionar o desenvolvimento do agreste pernambucano, com impacto nos setores de serviços e comércio locais, além da mobilidade dos usuários, reduzindo o tempo das viagens e aumentando a segurança viária.

O ministro dos Transportes, Renan Filho, destacou que a rodovia é fundamental para o escoamento da produção local de leite e importante rota turística. “A duplicação vai integrar o desenvolvimento da cidade de Garanhuns e do agreste pernambucano ao desenvolvimento de Caruaru, que é a cidade, ao lado de Petrolina, que mais cresce, que puxa o desenvolvimento do interior do estado. E integrar também ao desenvolvimento do Recife, da capital”, disse o ministro.

Os serviços de duplicação e adequação serão executados pelo Dnit nos 43,1 quilômetros da rodovia federal, com investimento previsto de R$ 330,3 milhões. A empresa vencedora da licitação do primeiro lote (São Caetano-Lajedo) já atua no trecho com os trabalhos iniciais.

Todo o empreendimento, de 83,1 quilômetros, que liga São Caetano a Garanhuns, está incluído no Novo PAC. Segundo Renan Filho, em breve deve ser publicada a licitação para o lote 2, de Lajeado a Garanhuns.



Informações: Agência Brasil

Deixe uma resposta