Guarujá

Guarujá realiza ação para conscientizar sobre câncer de próstata e diabetes em animais


Iniciativa ocorrerá entre os dias 27 e 29 de novembro na Unidade de Vigilância em Zoonoses

O Novembro Azul, mês de conscientização e prevenção ao câncer de próstata, também acontece para os pets de Guarujá. Isso porque a Unidade de Vigilância em Zoonoses (Avenida Adriano Dias dos Santos, 303 – Jardim Boa Esperança) realizará nos próximos dias 27, 28 e 29, o “Novembro Azul Pet”. A iniciativa, que também falará sobre diabetes em animais, é da Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

O evento, que ocorre das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas, será uma campanha de conscientização com vacinação antirrábica, orientações e entrega de materiais informativos sobre as doenças, como diagnosticar e tratá-las, além de coletar amostras para diagnóstico de leptospirose e leishmaniose.

Para garantir a vacinação antirrábica, os tutores deverão agendar previamente na Unidade de Zoonoses. No dia da imunização, o animal deverá estar acompanhado obrigatoriamente de uma pessoa maior de 18 anos.

Não podem ser vacinados pets que estão sendo medicados com antibióticos ou anti-inflamatórios; recém-operados ou com cirurgias agendadas para os próximos 30 dias e aqueles que têm menos de um ano de intervalo entre as doses de vacinação.

Sobre o câncer de próstata

câncer de próstata em cães ocorre quando há uma multiplicação anormal e desordenada de células na região da próstata, o que causa o edema (inchaço) dessa glândula e o comprometimento da saúde do pet.

Os sintomas costumam não aparecer em seus estágios iniciais. Conforme o quadro se complica, é possível notar dificuldades em urinar, além da presença de sangue na urina.

Além de fazer o acompanhamento no médico-veterinário, a principal forma de prevenção é a castração. Isso porque, embora cães castrados possam desenvolver a afecção por algum fator genético, estudos mostram que o procedimento é capaz de reduzir a ocorrência da doença.

Sobre a diabetes

A diabetes é uma das principais doenças endócrinas diagnosticadas em cães e gatos. Os sinais clínicos mais comuns da diabetes são o aumento do volume de urina, aumento da frequência no consumo de água, aumento de apetite durante o dia, entre outros.

Após o diagnóstico positivo, o cão que porta diabetes precisa realizar insulinoterapia, ter um manejo nutricional balanceado e passar por monitoramento periódico da glicemia. Já o gato diabético precisa ter a obesidade controlada por ser um fator de risco pela resistência insulínica.



Informações da Prefeitura de Guarujá

Deixe uma resposta