SP Notícias

Itu: de vila mais rica da província a atrações gigantes, 800 mil visitam cidade ao ano

[ad_1]





Entre atrações estão Museu e Trem Republicano, fazendas centenárias, praça com objetos gigantes e o melhor da arte barroca do estado



Roberto de Lucena: “A história de Itu, em muitos momentos, se confunde com a história do Brasil republicano”

O sol iluminava os azulejos da fachada do casarão de Dona Olímpia, célebre cidadã ituana, quando lá dentro políticos e fazendeiros conspiravam contra a monarquia. Era 18 de abril de 1873, data da primeira Convenção Republicana do Brasil, episódio decisivo para a projeção política do estado de São Paulo e a Proclamação da República do Brasil, celebrada no último dia 15 de novembro.

Sede do Museu Republicano, o casarão de Dona Olímpia abriga o mais antigo museu do Estado de São Paulo – e guarda uma parte muito importante da história do Brasil na Rua Barão de Itaim. “A história de Itu, em muitos momentos, se confunde com a história do Brasil republicano”, afirma o secretário Roberto de Lucena, de Turismo e Viagens de SP, ao visitar as instalações. “Lá está a memória da vila mais rica da província de São Paulo”, disse.

O turismo histórico de Itu também ganhou força com o Trem Republicano (Salto-Itu, com duração de uma hora cada trecho), uma das principais atrações de quem visita a estância turística de Itu, a 102 km da capital, que hoje atrai 800 mil visitantes por ano. O trajeto até Salto reconta a trajetória de figuras ilustres da região, como Dona Olímpia, os ex-presidentes Prudente de Moraes e Michel Temer, e o cineasta Anselmo Duarte.

Itu é um exemplo de município que soube se reinventar. Surgiu para o turismo paulista como a cidade dos exageros e fez dessa brincadeira um diferencial turístico: criou uma praça temática com um jogo de xadrez gigante, insetos enormes, além de um semáforo e um orelhão de tamanhos exagerados. Também se projetou com o melhor do Barroco paulista, com obras sacras e pinturas conservadas na Matriz de Nossa Senhora da Candelária (1780) e na Igreja do Bom Jesus (1765).

O município hoje oferece aos turistas a possibilidade de reviver seu passado glamoroso em fazendas centenárias abertas à visitação, como a da Concórdia, fundada em 1595, na época dos bandeirantes, entre outras, ligadas aos nobres produtores de café e cana-de-açúcar.

COMO CHEGAR:

Para chegar até Itu, saindo de São Paulo, é preciso acessar a SP-280 (Rodovia Castello Branco) até a saída 78 e a SP-075 (Rodovia Archimedes Lammoglia) até a saída 30-A.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta