SP Notícias

São Paulo cria mais de meio milhão de empregos com carteira assinada em 2023





Estado gera 502 mil postos em todas as regiões, mostra Fundação Seade; somente em outubro, saldo chega a 69 mil vagas



O emprego com carteira assinada em São Paulo ultrapassou a marca de meio milhão de vagas criadas entre janeiro e outubro deste ano, como mostra a pesquisa Emprego Formal, da Fundação Seade do Governo de SP. Somente em outubro, o estoque de vagas aumentou 0,5% em relação a setembro, com 69 mil novos postos de trabalho a partir de 621 mil admissões e 552 mil desligamentos.

“Criamos mais de meio milhão de empregos com carteira assinada em dez meses, todos os setores da economia foram contemplados com mais oportunidades no interior, litoral e grandes centros. O Governo de São Paulo é parceiro de quem produz e gera riquezas e vamos continuar movimentando as alavancas para o aquecimento cada vez mais expressivo do emprego, abrindo portas e gerando renda para a população”, afirmou o governador Tarcísio de Freitas.

Com isso, o estoque de empregos formais no território paulista ficou em 13,6 milhões, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os resultados apurados em outubro mostraram variações positivas na construção (0,7%), nos serviços (0,6%), no comércio (0,5%) e na indústria (0,3%).

Nos serviços, os destaques são as atividades administrativas e serviços complementares (27 mil), além de alojamento e alimentação (3 mil).

Em números absolutos, foram criados em outubro 44.112 empregos em serviços, 13.935 posições no comércio, 5.405 vagas na construção e 7.842 postos no comércio.

Em relação ao período dos últimos 12 meses, São Paulo obteve saldo de 403 mil novos empregos – 7,1 milhões de admissões e 6,7 milhões de desligamentos –, com crescimento de 3,1%, muito próximo à média nacional de 3,4%. Esse saldo representa 28% do total de 1,5 milhão de novos empregos no país.

Nesse período, todos os setores de atividade paulista mostraram resultados positivos na geração de empregos: serviços (239 mil), comércio (69 mil), construção (52 mil) indústria (29 mil), e agricultura (13 mil).

Os desempenhos mais expressivos de novembro de 2022 a outubro de 2023 ocorreram na capital (128 mil), cidades da Grande São Paulo (74 mil) e nas regiões de Campinas (61 mil), Sorocaba (21 mil) e São José dos Campos (21 mil). Juntas, essas áreas responderam por 76% dos empregos gerados no território paulista.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap



Source link

Deixe uma resposta