SP Notícias

SP entrega 580 apartamentos a famílias que viviam em palafitas na Baixada Santista


A partir desta quinta-feira (21), 580 famílias de baixa renda vão deixar habitações precárias em palafitas e áreas inundáveis na Baixada Santista para morar em prédios de apartamentos viabilizados pelo programa estadual Vida Digna. O governador Tarcísio de Freitas entregou 440 moradias em Guarujá e também anunciou obras e reforma da Escola Técnica Estadual (Etec) Alberto Santos Dumont. Em Santos, Tarcísio entregou outras 140 residências e inaugurou a revitalização da ponte Edgard Perdigão.

“Nosso foco são as pessoas em situação de risco ou de vulnerabilidade em sub-habitações, como é o caso aqui na Baixada Santista”, afirmou Tarcísio. “A Baixada, de fato, é uma prioridade para nós, e nossa meta é tirar as pessoas das palafitas e levar para casas dignas. Elas merecem isso e vamos começar a entregar mais residências para essas pessoas”, acrescentou o governador.

A agenda na Baixada Santista também reuniu secretários estaduais, deputados, prefeitos e vereadores da região, além de lideranças comunitárias e representantes da sociedade civil.

O Vida Digna é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, com moradias entregues pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). Na Baixada Santista, os apartamentos compõem três empreendimentos habitacionais que receberam investimentos de R$ 123 milhões.

A iniciativa tem grande impacto social devido à alta vulnerabilidade das famílias beneficiadas. Também gera potencial de crescimento econômico, já que a retirada das moradias precárias em palafitas e locais de risco vai permitir a ampliação de operações do Porto de Santos no trecho do Guarujá, com geração de emprego e renda à população local.

Os novos moradores começarão a se mudar para os 580 apartamentos entregues nesta quinta a partir da primeira semana de janeiro. Como o público atendido mora em palafitas, é preciso fazer uma programação de mudanças para que a entrada no novo apartamento seja acompanhada da demolição das palafitas, para evitar nova ocupação da área. As famílias terão apoio da equipe social da CDHU neste momento de transição para os novos imóveis.

As famílias contempladas estão sendo removidas de habitações precárias do núcleo Prainha. Os 440 apartamentos entregues no Guarujá são divididos em dois residenciais, que somam investimentos de R$ 103,3 milhões. Cada moradia tem dois dormitórios, sala de estar, cozinha, banheiro e lavanderia, distribuídos em 49,52 m2 de área útil.

Os apartamentos têm piso cerâmico em todos os cômodos, azulejo no banheiro, na cozinha e na área de serviço, medidores de água e luz e abrigos externos para botijões de gás. Nos residenciais, os moradores poderão contar com estacionamento, centro de apoio ao condomínio, playground, quadras e área com equipamentos esportivos, além de sistema de energia fotovoltaica para iluminação condominial.

Em relação à Etec em Guarujá, Tarcísio anunciou obras que somam R$ 2,3 milhões em investimentos. Os serviços preveem cobertura de quadra poliesportiva, ampliação e reforma da cozinha e do refeitório, pintura geral, manutenção de pisos e instalações hidráulicas, troca de louças sanitárias e obras de acessibilidade. Os serviços devem começar ainda neste mês, de acordo com o Centro Paula Souza.

Entregas em Santos

Em Santos, governo entregou outras 140 residências

Na sequência, Tarcísio foi a Santos, onde 140 famílias do núcleo Malvinas foram beneficiadas com moradias digna no Conjunto Habitacional Santos Y, após investimento de R$ R$ 20,4 milhões. Os apartamentos têm dois dormitórios, sala de estar, cozinha, banheiro, lavanderia e área útil de 42,31 a 45,68 m2 de área útil.

As novas moradias têm piso cerâmico, azulejo no banheiro, na cozinha e na área de serviço e medições de água, energia elétrica e gás. O condomínio é formado por quatro edifícios de cinco andares e oferece estacionamento, playground, quadras poliesportivas, aparelhos para práticas esportivas e centro de apoio ao condomínio.

No Vida Digna, o financiamento das moradias segue a Política Habitacional do Estado de São Paulo, que prevê juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. O valor do parcelamento pode comprometer, no máximo, até 20% dos rendimentos mensais de cada família.

Ponte revitalizada

Em Santos, Tarcísio também fez o descerramento da placa inaugural da revitalização da ponte Edgard Perdigão, importante equipamento turístico na região da Ponta da Praia. O Estado fez aportes de R$ 5,4 milhões do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), da Secretaria de Turismo e Viagens

A ponte serve como local de partida de escunas que fazem passeios turísticos pela orla e estuário de Santos, além de embarcações particulares de recreio e barcos de pesca. Houve a substituição do piso de madeira dos dois píeres por 60 lajes pré-moldadas de concreto, cada uma com cerca de 1,5 tonelada.

Os píeres também receberam 12 cunhos em alumínio para a amarração das embarcações. As estruturas metálicas das escadas foram substituídas por concreto armado, e a fachada, antes pintada, recebeu revestimento em pastilhas de porcelana.



Source link

Deixe uma resposta